6 de ago de 2013

A AIDS pode estar mais perto da cura com vacina

A AIDS pode estar mais perto da cura com vacina brasileira

Uma vacina contra a AIDS vai começar a ser testada aqui no Brasil, de acordo com o que foi informado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp).

O imunizante — batizado de HIVBR18, será testado em macacos nos próximos dois anos. Entretanto, vale destacar que essa vacina não proporcionaria uma cura definitiva e completa da doença. Isso porque os cientistas estimam que, no estágio atual de desenvolvimento, o imunizante não eliminaria totalmente o vírus do organismo, mas manteria a carga viral reduzida a ponto de a pessoa infectada não desenvolver a imunodeficiência e, assim, não transmitir o vírus.

Os primeiros testes começarão a ser feitos em um grupo de macacos do Instituto Butantã. A inovação foi desenvolvida e patenteada pelos pesquisadores da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP) Edecio Cunha Neto, Jorge Kalil e Simone Fonseca.

Além deles, o projeto é conduzido no âmbito do Instituto de Investigação em Imunologia, um dos Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia (INCTs) criados pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), apoiado pela Fapesp no Estado de São Paulo.