22 de fev de 2013

Vovó de 104 anos precisa mentir idade para acessar Facebook

Idosa de 104 anos
Quando criou o Facebook, Mark Zuckerberg jamais pensou que uma mulher de 104 anos pudesse ter interesse em acessar o site. Mas os tempos mudaram e o inesperado aconteceu.

A norte-americana Marguerite Joseph nasceu em 1908 e, apesar da idade avançada e da cegueira que a prejudica, cedeu à sedução da rede social.

O problema é que ela precisa mentir a idade para seguir com sua conta, porque o Facebook insiste em estabelecer para ela idade máxima de 85 anos, como se o ano de nascimento fosse 1928, 20 anos depois.

Quem revelou a história foi a neta de Marguerite, Gail Marlow, que a ajuda a navegar pela rede para que a idosa mantenha contato com a família.“Todas as vezes que eu tentei mudar a idade para o ano correto, o Facebook acusou mensagem de erro e direcionava para 1928, que é o ano incorreto do nascimento”, disse a menina à CNET.

O contratempo chegou aos ouvidos do Facebook, que se pronunciou com uma nota nesta quinta-feira, 21. “Descobrimos recentemente que alguns usuários estavam tendo problemas para criar contas anteriores a 1910. Pedimos desculpas pelo inconveniente e vamos trabalhar para resolver essa limitação", disse a empresa.