13 de fev de 2013

Empresa lança aparelho de luxo com Android por US$ 10 mil

vertu ti
Muitas pessoas compram um celular apenas pelo status. Para estes, a britânica Vertu lançou um dos smartphones mais caros do mundo. Com o nome de Ti, o celular chega ao mercado custando a partir de US$ 10.000.

Trata-se de um aparelho 3,7 polegadas com sistema operacional Android 4.0 (Ice Cream Sandwich) que está longe de justificar seu preço por especificações técnicas. Ele conta com processador dual-core 1,7 GHz, 1 GB de memória RAM e 64 GB de armazenamento, com câmera de 8 megapixels.

O alto custo se justifica pelos materiais utilizados no acabamento, que incluem uma tela de cristal com revestimento de titânio.

Hutch Hutchinson, chefe de design da empresa, defendeu o custo-benefício do aparelho, afirmando que "a Vertu nunca estará na ponta da tecnologia, mas deve oferecer tecnologia relevante e artesanato", afirmou em entrevista à BBC. Ele conclui afirmando que o Ti "não é um produto descartável".